terça-feira, 8 de março de 2011

Gestor Organizacional.

Gestor Organizacional
A palavra “gestão” vem do latim gestione – ato de gerenciar, administrar.
Gestor é o “administrador” com uma nova roupagem, pois, devido à velocidade desse mercado avassalador do mundo dos negócios, o administrador teve um aumento significativo de suas responsabilidades que vieram para complementar suas funções, e essas responsabilidades devem sempre estar alinhadas às necessidades e exigências do mundo corporativo.
A grande questão é: Será que os seus administradores estão preparados para essas mudanças?
O GESTOR NÃO NASCE PRONTO!
É do trabalho árduo e parceria entre a empresa e o Administrador que acarretará a formação adequada como gestor, e esses processos demandam tempo. Por isso é necessário um trabalho estratégico, analisando e desenvolvendo desde a parte comportamental até as competências profissionais desse futuro gestor.
De modo geral, as empresas devem se preocupar inicialmente com a gestão do conhecimento, ou seja, pegar os profissionais com competências (Lembrando que competência é formada por conhecimento, habilidade, atitude), necessárias para aquele determinado cargo e começar a treiná-lo, pois é importante direcionar suas competências e esforços nos sentidos estratégicos da empresa.
É função básica do moderno gestor:
• Ter visão de longo prazo.
• Realizar a leitura constante do cenário de negócios.
• Estabelecer diretrizes, formular estratégias, implementá-las e monitorá-las.
• Contemplar a ética e os princípios.
• Responsabilidade Social.
• Garantir que o conhecimento seja compartilhado.
• Equacionar e gerenciar valores e recursos: humano, financeiro, materiais, naturais, e outros, para potencializar os resultados de sua organização.
Por isso, prepare e treine seus gestores para mudanças e incertezas, pois a mola propulsora desse mercado é a inovação e a tecnologia, e a melhor forma de sair na frente é estar atualizado.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Postar um comentário